Quais fatores levamos em consideração quando o assunto é construir? Sim, pensamos em muitas coisas como: necessidade dos moradores, dimensões dos espaços, cores, áreas externas, fachadas, revestimentos, materiais para acabamento, acessórios para construções em geral e por aí segue. As vezes elementos de extrema importância e que podem ser utilizados como um recurso complementar de significância extraordinária são deixados de lado, comprometendo o resultado geral de todo um projeto e as vezes, interferindo na satisfação e até mesmo causando frustração em seus idealizadores.

 

01-A-iluminação-como-parte-essencial-da-arquitetura-(DR-Engenharia)_2A iluminação não se restringe apenas a um elemento construtivo necessário à uma residência, comércio entre outros, ela deve ser explorada e estudada, afim de se extrair a melhor aplicabilidade de acordo com o que se deseja construir, criar.

Cada vez mais e sem sombras de dúvidas, a iluminação é parte essencial da arquitetura, pois a luz traz vivacidade, sensações aos ambientes, independente de que ela seja natural ou artificial.

Quando bem empregada, a iluminação tem o poder de transformar ambientes e fazer com que estes, proporcionem conforto visual e tranquilidade, pois possui diversas formas de aplicação, criando diversos efeitos e cenários distintos; já sua má utilização pode provocar desconforto visual e desânimo.

Escolher lustres, luminárias e lâmpadas de acordo com o projeto desenvolvido também é muito importante. Há uma infinidade de produtos disponíveis no mercado e com tanto acesso à informação hoje em dia, isso não é mais uma tarefa tão difícil, porém requer opinião e acompanhamento de profissionais no assunto, o que pode trazer toda a diferença para que o seu projeto idealizado no papel, aconteça fiel na realidade.

 

01-A-iluminação-como-parte-essencial-da-arquitetura-(DR-Engenharia)_3Existem lâmpadas diferenciadas e indicadas para o ambiente que se deseja criar e variam em diferentes efeitos, temperaturas, intensidades e cores.

Integrar luzes naturais às artificiais pode ser o ápice de um projeto, além de valorizar muito a qualidade dos ambientes durante o dia, justamente por explorar essa iluminação natural gratuita, gera bem-estar e economia. À noite pode-se utilizar um sistema de lâmpadas dimerizáveis, estas podem ser reguladas de acordo com a necessidade de iluminação, ou seja, conforme o sol se põe, você regula a intensidade da luz.

Realmente, o bem-estar e economia estão nitidamente juntos em relação a iluminação e arquitetura, mas é preciso ter cuidado ao ambientar a luz natural, pois junto dela, vem o calor e raios solares que podem aquecer muito os espaços internos, não há necessidade de se generalizar e isso pode ser amenizado em alguns casos com uso de ar condicionado, mas as possibilidades sempre devem ser estudadas com cautela. Há também, mecanismos de sombreamento como pergolado ou brise em janelas que além de eficientes, trazem charme e personalidade.

Agora que você já sabe que o melhor projeto é aquele que combina beleza à funcionalidade, não deixe que seu ideal se perca nas sombras de uma iluminação mal projetada. Estude as melhores possibilidades em variantes naturais e artificiais e aproveite o conforto e o requinte da escolha certa.

 

Veja também: